Dia Nacional da Saúde: Qual é a centralidade do Sistema Único de Saúde (SUS)?

Imagem: Arte de Andressa Gregorio (@gregorioandressa)

No hoje, dia 05 de julho, respiramos um dia para comemorar e defender a saúde pública e gratuita presente no Brasil. Somos SUS. E aniversariar os 148 anos de Oswaldo Cruz, médico sanitarista e epidemiologista, que promoveu uma primeira construção dos saberes sobre as doenças tropicais em nosso país. A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), situada em um outro Manguinhos, é um legado para toda sociedade brasileira que dialoga com os seus pensares:

“O saber contra a ignorância, a saúde contra a doença, a vida contra a morte. Mil reflexos da batalha permanente em que estamos todos envolvidos.”

Sua política higienista na cidade do Rio de Janeiro (RJ) de vacinação obrigatória contra varíola na população carioca desencadeou na Revolta da Vacina em 1904. Um levante popular de um povo brasileiro tão oprimido pelas reformas urbanas para marginalização da pobreza no RJ. E que agora estavam vivenciando uma contínua invasão de suas casas para serem vacinados. Isso provocou um caos social, como afirma uma edição do jornal, Gazeta de Notícias, em 1904:

“Houve de tudo ontem. Tiros, gritos, vaias, interrupção de trânsito, estabelecimentos e casas de espetáculos fechadas, bondes assaltados e bondes queimados, lampiões quebrados à pedrada, árvores derrubadas, edifícios públicos e particulares deteriorados”

Uma saúde pública e gratuita deve ser construída em coletivo. Todas as vozes precisam ser escutadas para acolhermos as diversas demandas que possam surgir das individualidades e especificidades, dos sujeitos e territórios. Devemos desconstruir toda ideologia da mídia hegemônica de que o SUS é para pobres. O SUS é universal. É um direito de todo resistente e equilibrista povo brasileiro. E irei lutar pela sua existência pública e gratuita de qualidade até meu último respirar. Eu sou SUS e você? Qual é a sua aproximação e vivência com o SUS?

Ipiabas, 05 de agosto de 2020

Um escutandeiro que escreve, aqui e agora! 🌻